Seja bem vindo ao meu blog!!!!

Aqui expresso com liberdade meu pensamento crítico, opiniões e reflexões diante de coisas que para mim são importantes, como pessoa e como cidadão. Espero ter sempre algo a publicar aqui, além do que tenho para cantar nos CD´s, e que esse algo seja interessante para você também.
Obrigado por sua visita!

Sérgio Lopes
*****

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

CANINA BELA










CANINA BELA
(Sergio Lopes)

Ó canina Bela, guardiã perene
Da minha morada e de meus poucos dotes
Devo dedicar-te um poema solene
Pela tal beleza desses teus filhotes!
Estas sete lindas crias que tiveste.
Que tão graciosos bichos tu trouxeste!
E com eles brincas até que te esgotes!

Porém nesta noite te peguei roubando
Revirando restos na lata de lixo!
Revoltado te bati! Saí gritando
Te chamei de ladra, de cretino bicho
Saíste correndo com medo de mim!
Se carrapichando em meio ao capim!
“Corre aos teus filhotes, que é lá o teu nicho!”

Fiquei te olhando! Tu com tuas crias
Como te alegra deixá-los mamar
Percebi que eles te dão alegrias
Mesmo que de dores venham te esgotar
E lembrei então que no dia seguinte
Entre meus amigos contei mais de vinte
Esperando um teu filhote pra levar.

Mesmo sem te ter pedido permissão
Joguei teus filhotes à mercê da rua
Inclementemente fiz a doação
Da tão frágil prole que julgavas tua
Na verdade fui ladrão de tuas crias
Roubador cruel de tuas regalias
Nem assim me imputas tão vil falcatrua.

E ao te ver agora, depois dessa dor
Me abanando o rabo, cuidando de mim...
É que vejo como fui um malfeitor!
Verdadeiro monstro! Eu me sinto assim!
Te acusei de ladra por roubar lixinhos!
Mas eu fiz pior! Roubei teus filhotinhos!
Como pude ser contigo tão ruim?!

(Poço das Ovelhas, 14/out/2008)
****




16 comentários:

CANTOR PAULO ROBERTO disse...

Sergio,que Deus continue te abençoando com as letras. Gostei muito deste texto. A lição é tremenda, pois é assim que agimos na vida humana. Acusamos e depois fazemos pior. Digo como a sua música. -Tem misericordia de mim, ó Deus. (se puder dê uma olhada no meu blog: cantorproberto.blogspot.com

Huandra disse...

Olá Sérgio Lopes!Você é um grande escritor e não vejo a hora de comprar seu livro. Fico admirada de ver como vocÊ observa as coisas simples da vida e as transformam em poemas, parabéns! Acompanho o seu trabalho desde nova e é com grande prazer que lhe escrevo nesta bela tarde meu irmão! A Paz do Senhor Jesus!

ALFRAPOEMAS disse...

O que mais posso dizer-te na minha débil verve nordestina? És um grande poeta, amigo Sérgio! Não imaginas o quanto saltita meu peito enquanto degusto deste manjar literário tão bem elaborado, tão bem servido.
Louvo a sua sensibilidade (mais uma vez) enquanto espero pelo caloroso abraço, no seu retorno ao incomparável clima que somente encontramos nos calorosos braços, sempre estendidos, da nossa querida Borborema.
E nós estamos te esperando!

Um grande abraço, meu irmão, e muito obrigado pelos versos que nos presenteias.

Seu irmão
Alfrânio.

Daniela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ro disse...

Sérgio amamos o teu trabalho porém estamos esperando há muito tempo por um cd acustico
se possivel com um sucesso de cada cd teu o tempo passa e não obtemos resposta acerca disso .

ALFRAPOEMAS disse...

A verdade, meu caro irmão, é que não estou conseguindo visitar teu blog sem ater-me, involuntariamente, a este poema. É um daqueles que a gente sequer tem a consciência do que construiu.
Sei lá...

Escreve mais! Eu gostooooo!!!!

Anônimo disse...

OLA SERGIO DEPOIS DESSE SEU COMENTARIO ,FICO PENSANDO Q EU KERIA TER NASCIDO BICHO,SOFRE-SE MENOS RSR, MONSTRO,COMO NOS RACIONAIS FAZEMOS ISSO, SO PQ PENSAMOS...MAS UMA BOA NOTICIA DAR OS FILHOTES FAZ PARTE DA NATUREZA DOS ANIMAIS, E UMA MA NOTICIA QUE VOCE SOFRE MUITO COM COISAS Q PODERIAM SER BANAIS....MAS NAO SAO.....HUMANIDADE DEVERIA SER SEU NOME,UM ABRAÇO ,FIQUE NA PAZ ,OBS,A CADELA JA ESQUECEU --- DURMA EM PAZ

Karla disse...

A Bela teve filhotinhos......lindos!!!!!!!!!

Red-neW disse...

Uma viagem...legal

ALFRA disse...

Li toda sua produção aqui exposta. Belíssimas construções! Entretanto, com devia esperar, convoco-lhe a publicar mais alguns sonetos seus. Seu livro contém sonetos estrondosos que mereciam destaque na sua página.
Pense nisto!

Não deixe para vir ao Nordeste quando não tiver mais água para se tomar um banho de açude... rsrsr!

Se tiver um tempinho, mate este mote para mim:

QUANDO EU PISO EM MINHA TERRA
MINH'ALMA SE REVIGORA.

Um abração, meu irmão!
Estamos lhe esperando.
Alfrânio.

Renato disse...

Parabéns sérgio que Deus continue te abençoando, olha, coloca aquela mensagem que te mostrei em um show aqui em PE. Com seus hinos que vc autografou? Seria uma honra. hehe. a mensagem está aqui: http://www.orkut.com.br/Main#AlbumZoom.aspx?uid=17056858106027014985&pid=1223235441964&aid=1223154514&p=0
Valeu fica na paz!

Marcus Henrick disse...

Com todo respeito ... se me permite a reflexão... as vezes tratamos DEUS como VOÇÊ descreve neste Poema... no sentido de que as Vezes somos tão Cruéis com DEUS.. que negamos, alimento ao faminto,ignoramos a mão que pede ajuda , ou transferimos para outra instância a responsabilidade do cuidar, ainda assim..
ELE Quer a NOSSA COMPANHIA...

UM FORTE ABRAÇO !!
P.S. Marcus Henrick - Goiânia - Goiás

Anônimo disse...

Ai... como saber o que se passa n alma de um poeta...
Sempre me faz MUITO feliz ``ler vc´´. Entao fecho com o Afraneo: escreve mais, vai...
Bjo. Paz.

esperaemdeus disse...

Que lindo texto Sérgio!
Nunca tinha pensado por esse ângulo antes...
Uma história maravilhosa!!!

Vânia Muguet disse...

Querido, você traduz o cotidiano em poesia.Sobre sua cadela, com nossos filhos também é assim, gostaríamos de tê-los sempre juntinho a nós, mas como diz Gibran eles são como flechas atiradas ao vento. Não se sinta triste, é assim mesmo separações acontecem.
Vânia Muguet

eliane lopes disse...

lindo poema que fizeste para a bela...
como td que fazes... sempre com muito talento e dedicação... te admiro, fã incondicional como sempre te digo.
Eliane lopes