Seja bem vindo ao meu blog!!!!

Aqui expresso com liberdade meu pensamento crítico, opiniões e reflexões diante de coisas que para mim são importantes, como pessoa e como cidadão. Espero ter sempre algo a publicar aqui, além do que tenho para cantar nos CD´s, e que esse algo seja interessante para você também.
Obrigado por sua visita!

Sérgio Lopes
*****

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008


MOTE DO MEU AMIGO ALFRÂNIO

(Querido amigo e poeta Alfrânio, em resposta ao seu email, e numa viagem que fiz a Fortaleza, escrevi durante o vôo um poema em três sextilhas. O tema muito me agradou, pois aos poetas nada faz tanto bem quanto os ares do seu primeiro berço. Eis abaixo a obra que fizemos juntos, tu com o mote, eu com os remendos. Grande abraço).
...

Quando piso em minha terra
Minh´alma se revigora
Minha tristeza se encerra
E choro ao ter que ir embora
Pois na terra onde hoje vivo
Não sou livre! Sou cativo!
Vagando no mundo afora

Qual soldado que da guerra
Regressa ao país que adora
Quando piso em minha terra
Minh´alma se revigora
E uma doce nostalgia
Que faz saudade em poesia
Qual fonte em meu peito aflora.

Não me iludo com as cores
Desses amores de agora
Meus verdadeiros amores
São onde a saudade mora
Um poeta não se desterra.
Quando piso em minha terra
Minh´alma se revigora.

(10/12/2008)

10 comentários:

ALFRAPOEMAS disse...

Valeu, meu velho amigo e irmão!
Sabia que não iria me decepcionar.
Sempre inspirado e afinado com as nossas coisas maiores.
Estive reunido (neste último domingo) com alguns amigos poetas, quando saboreamos uma carne de bode com feijão verde, maxixe, quiabo, e alguns ingredientes que somente nossa terra produz. Desejei muito sua presença conosco, uma vez que você falou-me da sua curiosidade em participar de uma mesa de poesias - até apresentei seu livro aos participantes, bem como anunciei sua possível chegada nesses próximos dias, quando faremos uma "reunião extraordinária" para que possas gozar de tão aprazível encontro.
Um beijo no seu coração!
Aguardamos sua presença.
Seu amigo e irmão
Alfrânio.

Anônimo disse...

LINDO! Que posso dizer! Agora mesmo ñ lembro com q palavras foram ditas da sua forma de escrever no comentario do teu livro, mas é uma forma simple, direta. Linda! lindo poema, linda sencibilidade. O tomarei como presente de Natal a minha alma...
Feliz Natal, meu poeta preferido.

CANTOR PAULO ROBERTO disse...

Meu amigo Sergio, como Deus é maravilhoso e sábio, pois nao canso de agradeçe-Lo por colocar em nosso convivio e alcance as coisas lindas que saem do teu coração. Não sou poeta, apenas escrevo as minhas cançoes de louvor e adoraçào, mas quando vou compor sempre dou uma pescadinha nas suas letras para aprender contigo. Glórias a Deus por tudo isso. Abraços, Paulo Roberto

Asenate disse...

Olá Sérgio Lopes, admiro suas poesias, estarei sempre acompanhando seu blog. Agradeço a Deus pela sua vida, que você continue iluminando vidas com suas canções inspiradas pelo Espírito Santo.
Abraços de sua irmã em Cristo.

Smith Gomes disse...

Meu caro amigo, a gratidão e a honra é toda minha. O fato de ter visitado meu blog e tecer comentário a respeito de algo que fiz, demonstra que os verdadeiros poetas tecem a teia do conhecimento e amizade sem interesses. Creio que o fato de considera-lo tanto, vai além da admiração por suas músicas, letras e poesias. Creio que as vidas que permeiam nossas existências e nos faz bem, são dádivas divinas. Você tem sido dádiva para mim e minha família. Entendo que as inspirações não são frutos da arte pura e simples, mas os frutos revelam simplesmente a arte do ser Supremo em nós! Não me esqueci, gostastes de duas de minhas composições, jamais as gravei. Não enviei por ter perdido seu endereço. Mas creio que Deus proverá o tempo e o momento para que esse meu sonho se realize. Posso enviá-las em MP3. Basta ter teu e-mail. Grato amigo, há muitas coisas pra publicar no meu blog. Quem sabe tu leias, critique, comente...
Este é um belo poema. Os poetas amam a vida, as pessoas e sua terra. Também gosto de voltar e caminhar pelas ruas da minha infância pobre e sofrida onde nasci. Ver que muita coisa não é como antes. Que o cenário levou pessoas que não voltam, momentos que não se repetem.

dalete disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Izaias Freitas disse...

Querido Sérgio Lopes sou seu adimirador em todos os seus trabalhos seja ele cantado ou escrito sou grato a Deus por enviar ao mundo uma pessoa com um imenssurável talento, que a cada dia Deus possa estar te abençoando com toda a sorte de benção.Desejo adquirir seu cd noites e momento mas não tenho conseguido nas lojas como faço para adquiri-lo?Grato, um abraço, meu email: izaiascomz@yahoo.com

Izaias Freitas disse...

Querido Sérgio Lopes sou seu admirador em todos os seus trabalhos seja ele cantado ou escrito sou grato a Deus por enviar ao mundo uma pessoa com um imensurável talento, que a cada dia Deus possa estar te abençoando com toda a sorte de benção.Desejo adquirir seu cd noites e momento mas não tenho conseguido nas lojas como faço para adquiri-lo?Grato, um abraço, meu email: izaiascomz@yahoo.com

Raul Cézar disse...

Sergio, conserte o título desta postagem, não querendo ofender, o certo é moRte

Raul disse...

estou aqui novamente, desculpe, pela besteira q fiz a pouco, vc está certo eu que errei...